quinta-feira, 3 de janeiro de 2019






"E fez Gideão disso um éfode e
 pô-lo na sua cidade,em Ofra;
 e todo Israel se prostituiu ali após ele;
 e foi um tropeço a Gideão e à sua casa."
                    Juízes 8:27  



Gideão foi um juiz em Israel (leia nota no final do capítulo)
Teve muitas vitórias,sob o direcionamento do Senhor,em batalhas para o povo de Israel.(Entre elas,venceu os midianitas e matou seus reis)

Proporcionou também um grande livramento para o povo,inclusive espiritual,acabando com a adoração a Baal,deus pagão.
Direcionou-os novamente na adoração a Deus.

O povo então,em reconhecimento,quis que Gideão  fosse governador sobre eles...E ele recusou.

Entretanto,sem o direcionamento do Senhor,resolveu fazer um éfode,que era uma cópia da veste do sumo sacerdote
(quando oficiava perante o Senhor),talvez com a boa intenção de ter um memorial pelo êxito de Israel na obra de Deus.

Entretanto,esse éfode,que não fora permitido por Deus,serviu apenas de objeto de veneração a Gideão e aos feitos de Israel.
Tornou-se idolatria!...
E acabou trazendo maldição a Gideão,sua casa e ao povo.

Aprendemos,muito aqui!
Só o Senhor é digno de exaltação,louvores e adoração!...

Cuidado para não se apegar a líderes humanos,objetos,imagens,instituições,igrejas,desviando-se do amor a Cristo.

Quando quisermos fazer qualquer coisa na obra do Senhor,devemos orar,pedindo sabedoria para não causar dano a ao reino de Deus.






P.S:
Juízes foram homens líderes militares e tribais,num período de declínio espiritual,social e moral de Israel.
Esse período foi de 1375 a.C a 1050 a.C,quando então Saul foi ungido rei.
Treze juízes são mencionados nesse livro.